segunda-feira, 14 de abril de 2014

Recompensa da Obediência a Deus


Texto Base: Deuteronômio 28:1-12
Introdução: O Senhor tem prometido para nossa geração dias de avivamento, de prosperidade, de celeiros cheios e lagares transbordantes. Porém, o desejo do inimigo é fazer com que vivamos debaixo de céus de bronze, com a prosperidade interrompida. Deus nos resgatou do império das trevas e nos trouxe para o Reino do Seu Filho. Quando somos transportados de um lugar para outro, mudamos de atmosfera, e os céus do Reino não são de mesmice, indiferença, incredulidade, carnalidade. São céus novos, que revelam o bom tesouro.
O avivamento é acompanhado de prosperidade, porque uma nação de avivamento precisa ser próspera para abençoar as outras nações, enviando missionários. Nós precisamos dos céus do Senhor sobre a nossa vida. E se os céus são do Senhor, Ele nos "aumentará em bênçãos mais e mais, tanto a nós, quanto a nossos filhos, quanto a nossa geração." (Salmo 115). Isto é, chegará um tempo reconhecido como o da prosperidade, virá o bom tesouro sobre nós.
A nossa geração, para aqueles que creem, será a geração mais próspera da Terra, pois virá a chuva sobre nossa lavoura. Se você tem dificuldade de crer, faça como o homem de Marcos 9:24, que arriscou a própria fé e pediu: Creio! Ajuda a minha incredulidade. Vale a pena arriscar a fé quando se está motivado na pessoa certa. Em outras palavras, aquele homem disse: "se existe algum resquício de incredulidade na minha vida, arranque, Senhor!". Faça isso também, peça ao Senhor que arranque todo resquício de incredulidade, para que o tão esperado milagre se manifeste na sua vida.
Os céus se abrem para que a prosperidade seja visível, para que a terra seja frutífera. A Bíblia não tem linguagem de miséria nem de derrota. Em Deuteronômio 30:14, o Senhor diz: “Coloco diante de ti a bênção e a maldição, a vida ou a morte. Escolha, pois, a vida para que vivas". Deus é sensacional! Isso é um conselho no qual Deus nos diz o que devemos escolher: a vida. E é vida de vitórias, de bênçãos, de prosperidade.
Quero profetizar que a sua família será reconhecida como família de testemunho em casa, onde há um sacerdote, uma sacerdotisa, filhos que obedecem e honram aos pais, pais que amam os filhos, e também será ratificada a bênção do mezuzá: "Seja próspero ao entrar e ao sair". Todos, ao entrarem em nossas casas, receberão a unção da prosperidade. Vamos erradicar a miséria, a ruína e a pobreza da nossa Nação, mas isso acontecerá quando Deus abrir o bom tesouro sobre nós e quando você não permitir que os céus de bronze estejam sobre a sua vida.
Para viver a recompensa, é necessário:
1. Estar desligado da idolatria
Idolatria é aquilo que ocupa o primeiro lugar em nosso coração. Não é apenas adorar um boneco de gesso, ou um crucifixo com uma representação de um homem. Há pessoas que idolatram o trabalho, o ministério, a família, o time de futebol. Cada um de nós pode ter resquícios de idolatria, por isso a Bíblia manda que o homem fuja dela (I Coríntios 10:14).
2. Obedecer às ordens de Deus
Quem não obedece é sacrificado e tem perdas irreparáveis. Filho que não obedece pai e mãe não terá dias prolongados sobre a terra, que é o primeiro mandamento com promessa (Efésios 6:2). Esta morte que o texto fala é morte moral, emocional, intelectual. Se o marido não obedece a Palavra em cuidar da esposa, a esposa em cuidar do marido, e o casal em cuidar dos filhos, haverá abertura para maldição.
Obediência é um princípio. Se você obedecer, cumprindo tudo o que Deus ordena, o bom tesouro será instalado. Você é obediente? Obedecer não significa concordar. Na maioria das vezes, mesmo que não concordemos com Deus, vamos ter que obedecer. Nossa carne briga contra Deus, mas temos que obedecer. O texto de Isaías 1:19 diz: "Se quiserdes e me ouvirdes, comereis o melhor desta terra". Ter boa audição espiritual significa estar aberto para que as verdades de Deus se estabeleçam na sua vida.
3. Velar pelas promessas
Deus é o grande "velador" da história: Eu velo pela minha palavra para cumpri-la (Jeremias 1:12). E você, está velando pelas promessas que Deus lhe deu? Velar é manter a confissão da profecia e ficar lembrando a Deus a promessa que fez. Em Isaías 43:26, o Senhor diz: "Venha, me lembre das promessas que lhe fiz!". Deus está dizendo isso para que nós e Ele entremos na causa juntos, para que você receba a parte que lhe cabe, pois quem fez a promessa, vai cumpri-la. E sabemos que a promessa é de Deus quando está escrita na Sua Palavra. Temos que saber na "ponta da língua" todas as promessas que Deus nos fez.
4. Crer que Deus cumprirá aquilo que Ele prometeu
O que Deus diz é verdadeiro, e a fé é a chave que abre o bom tesouro. O profeta vê e ouve no reino do espírito. Peça para o Senhor abrir a sua visão e batizá-lo em fé, para que o braço do Senhor se mova a seu favor e a palavra dEle se cumpra a Seu tempo.
O justo vê seu fruto no tempo certo, se não se detiver no caminho dos pecadores, nem se assentar na roda dos escarnecedores (Salmo 1), levar a sério aquilo o que crê, e preservar a fé. Tudo no tempo de Deus é formoso e perfeito. Nosso problema é que queremos tudo para ontem. Fruto que nasce fora da estação morre, cai, peca. Deus nunca está atrasado nem adiantado, sempre está na hora, e na hora em que Ele decidir manifestar a bênção, a bênção virá, e você nem se cansará. Só cansa quem vive fazendo confissão contrária. Quando você alcançar a promessa, nem vai mais se lembrar dos momentos difíceis que passou.
Observando esses passos, o sinal da prosperidade nos perseguirá. Que Deus o abençoe com o bom tesouro sobre sua família. Que não falte a bênção da geração do justo: a riqueza na sua casa, dias longos sobre a terra e honra dupla para os seus filhos. Receba o bom tesouro: a terra dará o seu fruto na estação apropriada, tudo que estiver na sua mão Deus fará prosperar e você só estará por cima. Deus não é homem para que minta, nem filho do homem para que se arrependa, e Ele vai cumprir o que prometeu.
Fonte mir12

terça-feira, 8 de abril de 2014

honra

Texto Base: Romanos 13:7

Introdução:  Honra é uma palavra que está ligada a mercê, consideração, respeito, acompanhamento de virtude e talento. A mesma é muito utilizada no vocabulário bíblico, em diversas passagens bíblicas. Podemos dizer que o ato de honrar, é uma moeda no mundo espiritual. Porque quando cumprimos verdadeiramente este principio agradamos o coração de Deus e somos retribuídos.

A rota de honra é feita de favores e quem assim o faz é feliz. Além de abençoar a honra nos
qualifica para o impossível. Devemos é honrar a quem tem honra. Pois ela planta o êxito e o êxito trás prosperidade!

Há pessoas que honram quem não merecem. Outros desonram porque não conhecem os benefícios da honra ou não foram ensinados a honrar.

Deus esta nos ensinando a honrar, pois quem honra colherá seus frutos.

A partir do momento que a honra é praticada recebemos:

Prosperidade: II Crônicas 20:20, este texto declara com todas as letras que quem da ouvidos aos seus profestas prosperará. Dar ouvidos é obedecer e obedecer implica em deixar as vontades pessoais. Nem todos foram ensinados a obedecer, porém é melhor obedecer do que sacrificar o futuro.
O desejo de um profeta levantado por Deus é ensinar, corrigir. Se você crer na palavra do profeta, honrando seus ensinos você prosperará.
Os filhos obedientes não andam fora da rota da prosperidade de Deus.

Alegria: Todas as vezes que temos que honrar aos nossos líderes somos tomados de imensa alegria e a alegria atrai a presença de Deus. A presença de Deus, por sua vez, afugenta todos os inimigos.
A tristeza é a ausência da presença de Deus. Se desejamos está próximo dEle precisamos de alegria.

Conquista: Quando honramos nos submtendo as autoridades, recebemos unção para crescer em todos os níveis, somos desatados no reino espiritual e físico. Honrar não é “puxa-saquismo” como muitos pensam, mas um mandamento divino.

Quem honra a Deus, seus pais, as autoridades e líderes Deus abençoa!

É muito fácil honrar as pessoas com palavras, mas a honra é realmente provada com atitudes, passar pelas provas. Deus estar levantando homens e mulheres que honram.
Este principio tem beneficiação, mas quem desonra recebe uma desgraça.

O 1º ato de desonra foi praticado por Lúcifer, e por causa de sua desonra ele foi afastado da glória e da graça de Deus, tornando-se um desgraçado passando a ser diabo. Porque quem desonra perde o privilégio e a aproximação de Deus.

O Senhor está atendo a todo ato de honra e também de desonra!

Conclusão: No século em que vivemos tornou-se comum a desonra, o desrespeito, mas Deus esta nos chamando a uma mudança em relação a este quadro. Quando deixamos de honrar estamos impedindo de que Deus nos abençoe. Honrar não é tradição e sim estatuto perpetuo.

Seremos uma nação que sabe honrar a Deus e a todas as autoridades que nos foram impostas, fazendo assim de nossa nação abençoada por Yeshua!