terça-feira, 16 de setembro de 2014

Na Rota da Benção

Texto Base: Gênesis 12:1-3

Introdução: Todas as instruções que Abraão necessitava, e que eu e você necessitamos para conquistar os desejos do nosso coração estão explícitas neste texto.  Todos que receberem esta Palavra e cada instrução nela contida alcançarão a bênçãos em todas as áreas de suas vidas.

E quais são estas instruções?   

1) Disposição para conquista.

Deus ordenou a Abraão “sai da tua terra, da tua parentela, e da casa do teu pai, para terra que eu te mostrarei”. Esse sair da terra, da parentela, e da casa do pai é quebrar barreiras é romper a inércia, o comodismo, é dar passos de fé.

Para que uma grande obra seja feita na vida de quem quer que seja é necessário disposição.

Infelizmente tem muita gente que quer a benção, mas não tem disposição para orar, buscar, clamar, ofertar coisas que são básicas nas conquistas espirituais.

Tudo que Deus precisa é de alguém que se disponha para dizer “eis-me aqui!”, pois naquilo que somos limitados e impossibilitados Ele é perfeito e Todo Poderoso e Ele quer derramar a Sua glória sobre a nossa vida.

Isaías 60:1 “Dispõe-te, resplandece, porque vem a tua luz, e a glória do SENHOR nasce sobre ti”

2) Viver a promessa

Deus prometeu a Abraão uma grande nação:  “E far-te-ei uma grande nação, abençoar-te-ei, e engrandecerei o teu nome, e tu serás uma benção”.

Viver a promessa é ponto decisivo na conquista de sua constelação.  A promessa de Deus para Abraão e para cada um de nós é nos fazer uma grande nação... Uma grande nação virá através do filho da legitimidade, que no caso de Abraão seria Isaque. Uma grande nação não começa com uma multidão, começa com um filho.
Muitas vezes por conta da solidão ministerial, da cobrança desmedida, da competição doentia, somos levados a cometer erros graves que nos levam a direção contrária da promessa.

Abraão cometeu algumas falhas que nos servem de lições:  Primeiro Abraão por se considerar velho velho, incapaz de gerar filhos, pensou que a promessa viria através de seu sobrinho. 
Muitas vezes nos tornamos iguais a Abraão neste aspecto, esquecemos que a linguagem da fé não é a linguagem da possibilidade. Ló fala de possibilidade, e um dia Abraão viu a possibilidade bater asas. Segundo: Desesperado, agarrando-se a qualquer outra possibilidade, quando percebeu que a promessa não se cumpria em Ló, decidiu com sua esposa gerar um filho com a escrava e resultado foi terrível, um filho ilegítimo foi gerado trazendo para sua casa a rebeldia, pois Ismael significa: Aquele que não se pode domar.
Você não precisa de filhos ilegítimos. Quantas células estão cheias de ovelhas de outros pastos, sem compromisso de filho.  Você precisa de Isaque, o filho da promessa. Não se preocupe se aos seus olhos a promessa tardar. Ele vem, Isaque já está a caminho.

3) Assumir a autoridade

Deus liberou sobre Abraão uma unção de autoridade “E abençoarei os que te abençoarem e amaldiçoarei os que te amaldiçoarem; e em ti serão benditas todas as famílias da terra”.

Queridos nossa posição no mundo espiritual é de autoridade.

O Senhor Jesus ao enviar seus discípulos na grande comissão disse: “É me dado todo o poder nos céus e na terra... por tanto Ide... e eis que estou convosco todos os dias até a consumação dos séculos”.

Hoje mais que nunca precisamos assumir a autoridade que a nós foi delegada.


Conclusão: Deus está levantando uma geração que  se levantará com disposição e assumirá a promessa e viverá a autoridade.

terça-feira, 9 de setembro de 2014

Em sintonia com Deus - Final

Texto Base: Gênesis 4:3-12

Introdução: Na semana passada começamos a ver que quando o homem ouve a voz de Deus ele é abençoado, mas quando ouve a voz do diabo provoca maldições sobre si e sobre a terra. A voz do nosso Deus tem o poder de construir, já a voz do inimigo tem a capacidade de destruir.
Isso fica muito claro quando olhamos para vida de Caim que mesmo conhecendo os princípios que o Senhor estabeleceu, decidiu fazer uma rota contrária e com isso se tornou:

2) Amaldiçoador da terra

A terra está cheia de maldições e há poucos abençoadores, porque muitos deixaram de ouvir a voz de Deus.

Muitos querem a benção são carentes da benção, mas não querem ouvir a voz do abençoador. Muitos tem perdido a santidade, e a liberdade de andar na presença de Deus, muitos tem sofrido muitas dores para gerar qualquer coisa, negócios, filhos, casa, família, qualquer coisa custa muito, muito, e muitas dores. “Deus disse a Eva porque destes ouvidos a serpente, com dores geraras...”

Caim significa ferreiro, provavelmente porque já havia descoberto uma forma de cavar e furar a terra. Já que era agricultor, conseguiu tudo com muito esforço provavelmente pensou que não precisava ofertar, mas a sua atitude contraria a voz de Deus fez com que a terra se tornasse ainda pior, mais difícil de ser cultivada.

Hoje Deus quer abençoar nossa terra, nossa cidade, estado, nação, mas para isso, precisamos ouvir a sua voz.

3) Fugitivo - Caim simplesmente não deu ouvidos ao que Deus disse, foi ao campo e cometeu o primeiro fratricídio da história da humanidade. Quando Deus veio saber do sangue, ele disse, não sou guardador dele, lavou as mãos fingindo inocência. A terra sofreu e sofre perdendo a força por causa da maldição, e ele teve que fugir indo parar na terra de Nod que significa: errante.

Muitos fingido não ouvir a voz de Deus tem andado como errantes, na terra, provocando grandes maldições sobre a terra.

Precisamos ver a nossa colheita ampliada, um milagre precisa ser liberado na nossa direção, mas para isso precisamos deixemos de ouvir a serpente, e passemos a ouvir a voz de Deus.
Não podemos mais andar errantes sobre a terra, precisamos que a terra também nos abençoe dando seu fruto, pra tudo isso acontecer, precisamos mudar, ouvindo hoje a voz de Deus, do seu Espírito Santo, Abençoando a todos e recebendo bênçãos, sendo cheios do Espírito, honrando e respeitando a honra, sendo honestos e sinceros.

Hoje Deus quer abençoar nossa vida, quer nos envolver com sua glória, nos abraçar como um pai amoroso, mas para isso, precisamos ouvir a sua voz.

Conclusão: Ouça a voz de Deus, antes de ouvir quem não crê. A sua fé é a porta de entrada do seu futuro abençoado.

O Espírito Santo é uma pessoa, não é um fogo, não é um vento, não é apenas uma pomba branca. Ele é o nosso conselheiro.
João 14, 16 “E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro conselheiro para estar com vocês. Para sempre”

Se você esta aqui, mas morreu na sua fé por alguma palavra, ou fofoca, uma faca qualquer empunhada por um dos teus irmãos, o Espírito te vivifica. (2 Cor. 3:6)

Vamos abaixar as armas, quantos tem armas empunhadas contra mim, seus discipuladores, lideres, Pais, Filhos, marido, mulher, patrões, empregados, você não sabe quem Deus abençoou, então não amaldiçoe, e não seja amaldiçoado.